Com estas 10 ideias seu título vai fisgar o leitor

O título é como aquela pessoa que, quando passa, o trânsito para. As coisas ficam fora de foco e você só a vê caminhando em câmera lenta.

Você só a viu uma vez, mas quer saber tudo sobre ela.

Um bom título é assim. Depois de lê-lo, você quer saber tudo sobre ele e, para isso, acaba lendo o texto inteiro.

Desde que o restante tenha sido tão bem redigido quanto o título. Mas isso é uma outra história.

A seguir, ensino algumas técnicas que podem fazer com que o seu leitor se apaixone por seu título e tenha mais chance de se enamorar perdidamente por seu texto.

Mas de nada adiantam essas técnicas se você não conhecer a fundo as mecânicas que me fizeram chegar a elas.

1. Use verbos que sugiram ações e imagens.

Alguns verbos – como ser, estar, lançar – são muito neutros. Não causam comoção. Use verbos que sugiram ações dinâmicas. Veja o título deste artigo: a ação é vai fisgar. Todo mundo já fisgou ou já viu como é fisgar um peixe em um filme pelo menos. É violento, é forte, é sugestivo.

2. Prometa algo. Mas cumpra.

Todo mundo gosta de promessas, principalmente das que são cumpridas: “Com estas 7 idéias, você vai conquistar o amor de sua vida”. Mas se você não souber como fazer para conquistar o amor da vida do leitor, não prometa ou vai perdê-lo para sempre. Choro e ranger de dentes pra você.

3. Use a pontuação a seu favor!!!!

No mar de feeds e de títulos por onde o internauta navega atualmente, qualquer diferença gráfica captura o olhar. Uma exclamação, umas reticências, uma interrogação no meio do título funcionam bem: “Devo comprar um iPhone? Não.” As reticências, além disso, são boas porque dão um ar duvidoso ao título e inspiram uma ponta de curiosidade: “Comprei o iPhone… nu”. Não use pontuações diferenciadas em excesso ou elas perdem o efeito.

4. Que tal um 69? Numerais são sexy, baby.

Da mesma forma que a pontuação, numerais chamam mais a atenção do que suas versões por extenso. Um caractere isolado na frase, 6, por exemplo, é um imã para o olho. Além disso, de imediato dá a idéia de uma lista – que todos adoram – e sugere um raciocínio organizado, fácil de entender. Alguns preferem usá-los no meio da frase. Outros no começo. Eu acho que tanto faz, desde que não se abuse deles.

5. Fale com o leitor.

Alguns blogs preferem usar a linguagem neutra dos jornais em seus títulos. O editor de blog está cansado de saber que seus textos não são jornalísticos a não ser que ele queira assim. O quente dos blogs é que eles podem ser pessoais. Pode usar o “você” sem medo. Fale com seu leitor desde o início do relacionamento. E o início é o título. Mas não precisa usar esse recurso sempre.

6. Chame para o desafio.

Assim como promessas – que devem ser cumpridas, não esqueça -, desafios mexem com o brio do leitor. Cutucado por seu título, ele vai querer ler só para provar que você está errado ou que é capaz de realizar aquilo que tão maldosamente você disse que ele não era: “Desista! Este joguinho é impossível de ser completado!” ou “Se você não rir dessa história… é porque perdeu os dentes”.

7. Ouse: seja curto e grosso.

Imagine o impacto que um artigo cujo título seja tão somente “Não!”. Eu nunca tentei, mas dependendo do efeito que se queira causar pode ter resultado. Coisas nesse formato chamam a atenção: “Eu. Você. E uma tuba”. O vazio deixado pelas palavras colocadas secamente na tela, sem verbos e adjetivos, deixa muito espaço para a curiosidade tomar conta da mente do leitor.

8. Confesse algo.

Confessar algo tem dois efeitos principais possíveis. Ou o leitor se identifica com você, por ter cometido o mesmo pecado. Ou ele vai querer rir de sua experiência. Ou alguma coisa do gênero. Em todos os casos, ele será compelido a ler: “Deixei meu iPhone cair na privada”.

9. Vá contra o senso comum

O senso comum, por ser comum, domina a opinião de muitas pessoas. Se você questiona algo assim, inevitavelmente chama a atenção: “Piquet melhor que Senna. Saiba por quê”. Mas atenção: ao ir contra o senso comum, prepare-se para ter tudo muito bem explicadinho e, ainda assim, correr o risco de enfrentar a fúria da turba.

10. Não diga tudo no título…

Se as strippers aparecessem nuas no palco, não chamariam tanta a atenção. Elas tiram a roupa um pouco de cada vez e todo mundo fica louco. O título, via de regra, é o resumo do texto. O supra-sumo. Mas uma boa idéia é não entregar tudo nele. Deixe que o leitor queira descobrir o que vem depois: “Meu iPhone caiu na…”

Lembre-se!

Você pode usar essas idéias, intercalando-as. Também não é preciso usá-las sempre, para não desgastá-las. Nem sempre você quer chamar a atenção em demasia. Às vezes é bom ser discreto. Afinal, se tudo chama a atenção, nada chama a atenção.

31 respostas para “Com estas 10 ideias seu título vai fisgar o leitor”

  1. Gostei, realmente no final das contas, o título faz toda a diferença.

  2. Reinaldo disse:

    Boas as dicas.
    []´s

  3. Alessandro Martins disse:

    Faz toda a diferença mesmo, Guilherme. Se o título não for bom, às vezes um bom texto se perde. Nem todo mundo é um Saramago ou um Machado de Assis, cujo nome já é suficiente para despertar o interesse do leitor. Abraços!

  4. Alessandro Martins disse:

    Obrigado, Reinaldo. Espero que lhes sejam úteis.

  5. João Varella disse:

    Perfeito.

    O objetivo dos títulos é a mesma do jornal, mas deve ser pensada de acordo com o meio. Por essas e outras que jornalistas “antigos” não se dão bem com blogs.

    Sem contar que as vezes é bom dar uma chamada de atenção no meio do texto. Vide os textos a Veja, que a cada tanto dá um tabefe na cara do leitor. Não por nada, a revista de maior circulação no País.

  6. Alessandro Martins disse:

    É a velha história. O suporte muda o texto. E essa história de tabefe: às vezes é bom explorar o lado masoquista do leitor. Quem não lê de vez em quando aquele colunista ou aquele blog que detesta? É o dedo na ferida, meu caro.

    Abraços!

  7. Helton Kuhnen disse:

    Mais uma ótima dica de escrita :D

    irei usa-las :D

    abraço

  8. Alessandro Martins disse:

    Pode ter certeza de que vão funcionar, Helton… principalmente se você exercitar sua criatividade…

    Abraços!

  9. Achei as dicas muito bem colocadas e de grande utilidade. Realmente um manual completo sobre títulos. A diferença se nota em um título bem elaborado. Afinal, ele é que tem a função de nos despertar interesse pela notícia.

  10. Alessandro Martins disse:

    O título tem que fazer os olhos salivarem, meu caro Arthurius! Abraços!

  11. Felipe Hummel disse:

    Já li e leio novamente estas dicas, e tento usar no meu blog, não sei se consigo. E é difícil saber se estou usando corretamente e se isso está causando o efeito desejado.

  12. Alessandro Martins disse:

    Acima de tudo, Felipe, lembre-se de que não são regras. Afinal, o gosto do leitor muda com o tempo. É importante achar o que funciona para você e o que não. De qualquer forma, fico feliz que sempre volte aqui. Se tiver alguma idéia ou observação, não deixe de fazê-la… abraços!

  13. Lucas Ignorante disse:

    Cara! Este post é genial!
    Tenho procurado alguns experts em blogar (como você, a Nospheratt, entre outros) e essa viagem tem sido muito inspirado para mim!
    Parabéns!

    Obs: o link do meu blog não tá aí porque ele não deixou de ser uma * ainda.

  14. Alessandro Martins disse:

    Lucas,

    seja bem-vindo a meu blog. Que bom que está gostando. Para blogar, como em qualquer outra atividade, é preciso gostar da coisa. Pois dá muito trabalho. Mas, se você gosta, passa a ser diversão.

    Abraços do Alessandro.

  15. xanguinho disse:

    Mais um belo post, esse seu blog virou uma fonte de inspiração para mim e para muitas pessoas.

  16. gostei muito das dicas .

    muito obrigado Fabio

  17. Elton disse:

    Olá Alessandro Martins, estou me iniciando no mundo dos blogs, e sempre que tenho um tempo procuro algumas dicas sobre como melhorar o meu pequeno novo blog…
    Adorei suas matérias, todas mesmo… 31 tipos de posts…, 23 fontes de conteúdo…, Por que você não sabe fazer links…, com certeza vou usar todas essas dicas e conhecimentos de hoje em diante, e com o tempo e as amizades adquiridas na net conseguirei que meu blog seja ao menos um pouquinho conhecido, pois tenho muitas idéias, mas até então não sabia como implementá-las, mas vou começar o quanto antes…
    Só queria pedir autorização para colocar o link de seu blog em meu blog, e alguns links pra essas dicas suas, nunca me esquecendo de dar todo o crédito ao autor, e se possível dê uma visitadinha no meu blog… estou iniciando agora, mas vai ficar bom…
    Agradecido desde já…
    Elton Fabricio

  18. Junnhu disse:

    Alessandro,
    Comecei a blogar faz alguns dias, eu já havia pensado na idéia faz alguns meses, mas não sabia por onde começar, não sabia o que escrever, como escrever, resolvi pesquisar no google alguns sites pra me informar disto, eu achei o blosque, adorei o site, a nosph é uma ótima blogueira. Acabei achando pelo site dela o seu site, nossa, eu publiquei umas 2 postagens depois que eu li suas dicas, e 2 postagens enormes, o seu blog incentiva muito os blogueiros e seu trabalho é ótimo.
    Parabens!

  19. Marina* disse:

    Cara, seus títulos são muito bons e o texto também, muito bem escrito.
    Parabéns!

  20. Oi Alessandro, sigo seu Twitter e leio sempre seu blog!
    Gosto muito das suas abordagens,Parabéns!
    Recebi, uma nova atividade dentro da empresa onde trabalho, serei bloqueira!rs
    Confesso o que o desafio de promover a empresa em midias sociais me encanta, porém estou apreensiva por não possuir experiência alguma.
    Espero poder contar com vc , se for possível.
    Um gde abraço e sucesso sempre!
    Da sua leitora fiel,
    Milena Caldeira

  21. João Fylho disse:

    É realmente fantástico, usei no meu blog o título: Você sabe andar de salto alto? Aprenda!
    Visando a dúvida do leitor e a promessa.
    Os cliques que vieram de locais onde fiz a “propaganda” do blog aumentaram.

    Quero ter um blog é O blog de blogs… kk

  22. Higor Augusto disse:

    Comecei a escrever um blog e estou implantando todas as idéias nele agora. Não fazia idéia que um título fizesse tanta diferença, mas faz. obg pelas dicas Alessandro.

  23. Mariana disse:

    Alessandro,
    Em 25 anos de jornalismo, foram as melhores dicas sobre título que já li. Pena que jornalistas não colocam essas coisas em prática, na maioria das vezes rs.
    abração!

  24. Júnia disse:

    Qual a média de acesso de um blog ao mes? O meu blog tem em torno de 550 acessos ao mes. Isto é pouco, é razoável ou é normal, visto que sou completamente desconhecida? Não tenho parâmetro quanto a isto. Obs.: divulguei meu blog somente para amigos e alguns conhecidos, portanto a maioria dos acessos são mesmo de pessoas desconhecidas e na rede, por acaso mesmo.

  25. ClariinhaSiilva disse:

    Gostei das dicas .

  26. Cris Vieira disse:

    Taí. Gostei do seu blog. Estava pesquisando para criar um titulo para o meu blog e achei essas boas dicas. Simples, direto, eficiente, objetivo. Valeu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *