Se

O que a distância pode fazer com o amor?

Essa pergunta não é fácil de responder. Cada um tem uma visão sobre o assunto, cada caso é um caso. Meu caso está no blog “A 60 dias do resto de nossas vidas”, criado por mim em abril deste ano.

Após um ano de namoro, minha namorada partiu para um intercâmbio nos Estados Unidos. Isso havia sido planejado antes de nos conhecermos. Estava lançado o desafio de manter o relacionamento a distância.

Essa situação era cada dia mais difícil, a saudade só aumentava, e de uma maneira que parecia que eu não aguentaria. Até que a história mudou. Após oito meses ela me disse que a passagem de volta estava comprada. Nesse momento consegui enxergar o chão, e isso mudou minha percepção das coisas. Era a hora de fazer a contagem regressiva.

Assim nasceu o blog “A 60 dias do resto de nossas vidas”. A melhor forma que encontrei de eternizar nossa história foi transformá-la em literatura. 60 textos, todos de ficção, com uma inspiração na vida real. Outro desafio.

Eu disse no texto de apresentação do blog: “O blog é um projeto de criação literária, onde meus sentimentos e a minha escrita irão definir a intensidade com que os textos serão criados. A princípio um desafio. Serão 60 postagens que vão resgatar uma história que se formou e que com a ajuda do texto pretendo eternizar”.

A distância fez com que eu passasse a viver sentimentos até então pouco conhecidos. A sensibilidade foi aflorando, e passei a transformar em palavras o que já não cabia no coração.

A distância realmente nos faz valorizar ainda mais a presença da pessoa de quem gostamos. Cada minuto, cada declaração, passeio, cinema, um abraço instantâneo, um sms de madrugada só pra dizer que ama.

Também digo na apresentação do blog: “Foi uma necessidade. O que um autor coloca pra fora sempre é necessidade. A necessidade da alma de transformar em palavras aquele sentimento que não consegue mais segurar. Eternizar uma história”.

O desafio está chegando ao fim. Falta pouco mais de um mês para que ela volte. Mas até lá pode acontecer muita coisa, ainda. As criações não param.

Sobre o autor: Guilherme Mendicelli

Guilherme Mendicelli é autor, redator, roteirista e revisor de textos. Uma pessoa realizada por viver do que gosta: das palavras. Além de colaborador do blog “Livros e afins”, mantém outros blogs voltados à cultura e em especial à literatura. Em 2011 publicou o livro de poesias “Curvas da Ilusão”.

meu blog ou outro texto âncora qualquer