becket

Estreia em São Paulo, no Sesc Santana, o espetáculo ‘Oh os belos dias’, de Samuel Beckett, com tradução e direção de Rubens Rusche. A temporada acontece de 12 de abril a 18 de maio, sextas e sábados, 21h, e domingos e feriado, 18h, exceto nos dias 18 de abril e 1 de maio e com uma sessão extra em 21 de abril. O espetáculo será gratuito no dia 17 de maio pois integra a programação da Virada Cultural na unidade Santana.

Escrita em 1961, ‘Oh os belos dias’ se passa num lugar desértico, banhado por uma luz clara e intensa. De um pequeno monte emerge o tronco de uma mulhe enterrada até a cintura. Brutalmente despertada por um som estridente e metálico, Winnie se dedica a suas tarefas cotidianas como se sua situação fosse absolutamente normal.

Não se pode falar de cenografia no sentido convencional nas obras de Beckett, pois todos os elementos físicos que compõem o espaço cênico são essenciais para criar uma metáfora específica. O pequeno monte de Winnie é uma extensão da personagem, um túmulo mortuário no qual ela se funde. O passar do tempo vai nos enterrando e a imagem dos dias amontoando-se ao nosso redor é recorrente em suas peças.

O dramaturgo, poeta e ensaísta Samuel Beckett, através de textos como ‘Esperando Godot’, ‘Fim de Jogo’ e ‘Oh os belos dias’, cria um novo estilo de peças teatrais, um drama poético em prosa. No interior dessa estrutura de peça não-sequencial, um diálogo com nosso interior nos obriga a ficar atentos aos efeitos de ondulação das palavras e silêncios no teatro.

Rubens Rusche é responsável por encenações memoráveis de peças de Beckett no Brasil, como: ‘Katastrophé’, ’ Fim de Jogo’, ‘Beckettiana #3’ e ‘Crepúsculo’. Essas lhe renderam, além de várias indicações, o Prêmio APCA de melhor direção.

A experiente atriz gaúcha Sandra Dani faz o papel de Winnie. Sandra recebeu várias premiações durante sua carreira e atuou em importantes montagens do teatro gaúcho, entre as quais se destacam ‘Medeia’, ‘Salão Grená’, ‘Como um sol no fundo do poço’ e ‘Almoço na casa do senhor Ludwig’.

Completa o elenco o ator e dramaturgo Luiz Paulo Vasconcellos. Detentor de várias premiações, tem dirigido, regularmente, espetáculos de teatro e ópera e atuado em teatro, cinema e televisão.

Ficha técnica

Título: Oh os belos dias (Peça em 2 atos)

Autor: Samuel Beckett

Direção e tradução: Rubens Rusche

Elenco: Sandra Dani e Luiz Paulo Vasconcellos

Produção executiva: Johanna Rusche

Coordenação de produção: Rubens Rusche

Cenografia: Ulisses Cohn

Iluminação: Wagner Freire

Figurinos e visagismo: Leopoldo Pacheco

Aderecista: Viviane Ramos

Serviço: Sesc Santana apresenta ‘Oh os belos dias’, de Samuel Beckett

Temporada: 12/04 a 18/05, exceto nos dias 18/04 e 01/05, com sessão extra em 21/04. Sextas e sábados, às 21h, domingos e feriado, às 18h.

Dias 17 de maio a apresentação será gratuita, pois integra a programação da Virada Cultural na unidade Santana.

Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Jd. São Paulo

Ingressos: R$5 a R$25.

Teatro. Capacidade: 337 lugares.

Duração: 110min (2 atos, com intervalo de 10min)

Classificação indicativa: 14 anos. Telefone para informações: (11) 2971-8700

Acesso para deficientes – estacionamento – ar condicionado.
Estacionamento – R$ 7,00 período do espetáculo (desconto de 50% para matriculados no Sesc).

Para informações sobre outras programações ligue 0800-118220 ou acesse o portal www.sescsp.org.br

Funcionamento da bilheteria do SESC Santana – de terça a sábado, das 10h às 21h e aos domingos, das 10h às 19h. Aceitam-se cheque, cartões de crédito (Visa, Mastercard, Diners Club International e American Express) e débito (Visa Electron, Mastercard Electronic, Maestro, Redeshop e Cheque Eletrônico). Ingressos podem ser adquiridos em todas as unidades do SESC.

Sobre o autor: Alessandro Martins

Sou o editor deste blog. Trabalhei como jornalista em Curitiba de 1995 a 2008, quando fui demitido e passei a me dedicar a escrever apenas na internet, em blogs e mídias sociais. Agora estou publicando minha newsletter que tem milhares de leitores: assine!