Pois então, você resolveu experimentar ler em uma plataforma de leitura eletrônica (PLE) e não tem ideis dos critérios que deveria usar pra escolher? Não direi que seus problemas acabaram, mas creio que há pelo menos dois pontos principais que devem ser notados: i) o tipo de tela e ii) o sistema operacional.

O sistema operacional é tanta coisa…

Começo pelo sistema operacional, porque já falei um tanto sobre o tipo de tela – no caso específico do Nook Simple Touch, e que de forma geral serve para qualquer das PLEs baseadas em tinta eletrônica, como o Kindle, o Kobo e outros (logo mais volto a isso, não esquente). Quando compramos um computador, não nos damos muito ao trabalho de pensar em sistema operacional mas, neste caso, desconsiderar este item pode ser uma péssima ideia. Ainda assim (e exatamente por isso) traço neste um paralelo com os computadores pessoais.

Normalmente compramos nosso computador com Windows instalado (original ou pirata, não estou a julgar). Atende às necessidades da maioria, é adaptável a praticamente qualquer pedaço de hardware existente por aí. Computadores com o sistema OS X, por sua vez, só funcionam em hardware da Apple e, por sua vez, facilitam a vida do usuário impedindo que sejam feitas modificações no sistema; claro, ao mesmo tempo, o próprio sistema te impede de personalizar seu computador, modificar seu uso, etc. Sistemas como o Ubuntu, por sua vez, permitem todo tipo de intervenção do usuário mas, de quebra, costumam ser os mais complicados de usar, configurar, enfim, dá-lhe fórum pra resolver tudo. Escolher entre um e outro pode ser questão de gosto, desenvoltura ou pura falta de opção.

E no caso das PLEs?

Tipos de arquivo

Acho que a diferença mais gritante entre PLEs, no que diz respeito ao OS, é justamente os tipos de arquivos que eles leem. Eis a principal linha que separa o Amazon Kindle de outras PLEs: o Kindle trabalha com arquivos de texto proprietários, da loja virtual Amazon. O Nook Simple Touch (poderia dizer Kobo, Sony Reader, a maioria se enquadra aqui), por sua vez, lê arquivos em formato ePub. O fato de os arquivos estarem em formato ePub, por sua vez, não garante muita coisa, porque ele pode ter um tipo de proteção chamada DRM (Digital Rights Management), que impede o compartilhamento livre deste tipo de arquivos.

Não é intenção desta entrada discursar sobre todas as relações entre PLEs e formatos de arquivos; o que importa, de fato, é entender que para ler livros no Kindle é necessário que o texto esteja em formato de arquivo que apenas ele utiliza, o Kindle, utiliza (e que sequer é ePub) e isso, por sua vez, limita as opções de compra de textos àquelas disponíveis na loja virtual da Amazon. Já o Nook Simple Touch suporta arquivos ePub downloadeados da internet e arquivos comprados em lojas virtuais como a Livraria Cultura e a Buqui, pra citar duas que chegam facilmente à memória. Mas acho justo dizer: não é impossível colocar no Kindle textos comprados em outras lojas (ou mesmo encontrados na internet), existem procedimentos pra isso.

O DRM é o assunto do momento, no mundo das PLEs.

Como comprar: aparelho e textos

Outro item importante a considerar. O Nook Simple Touch somente é vendido para quem tem cartão de crédito com endereço de fatura nos EUA. Mesmo que você resolva comprar por lá, não conseguirá adquirir conteúdo para ele no Brasil diretamente da Barnes and Noble virtual, que o produz, se não atender ao mesmo pré-requisito do cartão de crédito. Já pra comprar o Kindle, há novidades: há pouco tempo a Amazon começou a realizar vendas internacionais dos aparelhos Kindle através da internet! E, claro, você pode também comprar textos pela loja gringa – inclusive de autores brasileiros, como Iris (Dividindo Mel), Laurentino Gomes (1822) e Lobão (50 anos a mil), entre outros –. A grande vantagem do Kindle no Brasil, atualmente, reside no fato de que é possível adquirir textos pra ele diretamente através do aparelho (a versão 3G vai depender, claro, de haver cobertura para a área onde você pretende estar e usar; o Nook Simple Touch não tem uma versão 3G). A maioria das outras plataformas de leitura exige um passo extra, para a compra de textos, que é o de conectar a PLE a um computador onde você tenha instalado o Adobe Digital Editions, um programa que checa o DRM de seus textos, permitindo que eles sejam colocados numa quantidade limitada de dispositivos diferentes, quer seja em tipo (smartphone, tablet, desktop, notebook) ou em quantidade (uma cópia em cada um dos aparelhos que acabei de citar).

Ah, essa sincronização

Esse tipo de plataforma normalmente permite que sejam feitas anotações ao texto e também que partes sejam destacadas. É ainda gerado um índice para estas marcações, mas as semelhanças entre os aparelhos, neste quesito, ficam por aqui. Considero, de fato, imperdoável a incapacidade de sincronizar marcas e anotações feitas em textos no Nook Simple Touch com outros dispositivos, e vice-versa. Imperdoável, de fato; o Kindle, por sua vez, não tem problema algum com isso. Como alguém que passou muito tempo na academia, esta capacidade de navegar e sincronizar marcas muito me interessa ou, sejamos realistas, verdade seja dita: é fundamental.

Esses aparelhos deveriam ter, também, a capacidade de buscar termos, a partir do menu principal, dentro de cada um dos livros da biblioteca. É questão que afeta seriamente minha eficiência ao ler algo no Nook Simple Touch; muito útil na hora de escrever resenhas ou simplesmente buscar aquela informação que você lembra ter visto, mas não sabe exatamente em que parte do livro. Fundamental lembrar: folhear as páginas numa PLE é muito, muito diferente de fazê-lo num tomo físico de papel.

Voltando às telas

Sobre tela, falei um pouco aqui. Foquei na tela do Nook Simple Touch e, pra que fique claro, repetirei as  perguntas a considerar neste quesito: você quer ler onde, como? Sim, estou falando em localização: pretende estar sob o Sol? Pretende fazer longas viagens? Gosta de ler deitado em sua cama? Lê no escuro? Espie o outro texto, pode te ajudar a entender melhor o que pode ter em mãos.

A título de curiosidade: acaba de sair nos EUA uma versão do Nook Simple Touch com iluminação para a tela, que permite leitura em ambientes sem luminosidade. Particularmente? Não estaria na minha lista de modificações necessárias para esta PLE. Claro, cada um cada um.

Sobre o autor: Otávio Dias

Velho, implicante, desvairado: concordância nominal não é prioridade de minha pessoa. Tampouco o é sacar meandros da língua; desvendar