Um amigo contou-me que seu médico, um sujeito entre seus 30 e 40 anos, com um curso universitário, possivelmente um mestrado ou um doutorado por vir, perguntou-lhe a diferença entre um site e um blog.

A resposta – para quem edita um blog diariamente – pode parecer óbvia e a pergunta, boba.

Mas para a maioria das pessoas isso ainda não está claro e a questão é muito pertinente. Quanto antes um maior número de indivíduos entender a simplicidade e o grande poder comunicativo de um blog melhor será para quem os lê e melhor será para quem os escreve a sério.

Como explicar de maneira simples, clara e eficiente a diferença entre um blog e um site para uma pessoa que não está habituada a esse universo sem que ela – a resposta – seja redutora do potencial de um blog?

E mais.

Um blog é um site ou, de fato, um conceito já excluiu o outro?

Sobre o autor: Alessandro Martins

Sou o editor deste blog. Trabalhei como jornalista em Curitiba de 1995 a 2008, quando fui demitido e passei a me dedicar a escrever apenas na internet, em blogs e mídias sociais. Agora estou publicando minha newsletter que tem milhares de leitores: assine!