ciclo

As artes como o rap, street dance, o grafite e até mesmo o skate são muito aclamadas e valorizadas pelo público jovem que vive em diversas regiões de Curitiba. Pensando em atingir esses adolescentes e atraí-los para a literatura, o Espaço de Leitura Eucaliptos criou o Ciclo de Leitura Ebulição Marginal, que acontece entre os dias 21 e 26 de julho (de segunda-feira a sábado), no Portal do Futuro Boqueirão.

O Ciclo é um circuito de encontros de mediação de leitura e
apresentações culturais que buscam revelar conexões entre a literatura e manifestações artísticas inerentes à periferia. O evento está na sua segunda edição e a programação engloba rodas de leitura, sessões de grafitagem, batalhas de rima e de breaking, shows, oficina de poesia, peça de teatro e sarau literário.

Além do universo hip-hop e da literatura marginal, temas como a censura durante o período militar e o movimento Manguebeat também serão abordados. Neste ano, o ciclo prestará homenagem ao poeta curitibano Marcos Prado, que em sua obra uniu poesia, música, artes plásticas, teatro e cinema.

“O Ebulição Marginal valoriza a leitura como uma manifestação social e cultural na comunidade, para que essa prática se assuma como algo cotidiano”, diz Mariane Torres, coordenadora de Literatura da Fundação Cultural de Curitiba. Ela lembra que o evento marca os dois anos de um espaço que é voltado para os jovens, mas que é muito usado pela comunidade.

Durante a semana do Ebulição Marginal, os frequentadores serão incentivados a desenvolver atividades e criar novas produções artísticas. Pretende-se assim valorizar a atuação desses jovens e desmistificar a literatura, considerada mais “certinha” e por isso não tão procurada por esse público.

Idealizado pela mediadora Anna Carolina Azevedo, o evento pretende mostrar aos participantes o quanto a arte está em ebulição no dia a dia de bairros e ruas distantes do centro da cidade: “Queremos valorizar esses jovens artistas, temos muito talento na periferia. Essa pode ser uma maneira de mostrar que a periferia tem voz e tem vez”.

Programação:

Dia 21 de julho, segunda – feira:
9h30 – Roda de leitura – Grafias Urbanas
14h30 – Roda de leitura – Rua, Ritmo e Poesia.
19h30 – Exibição do Ebulição Marginal 2013 + Apresentação Teatral do grupo de teatro juventude, com peça inspirada na obra de Ferréz.

Dia 22 de julho, terça-feira:
9h30 – Roda de leitura – Grafias Urbanas
14h30 – Roda de leitura – A margem da ditadura, literatura no período militar 19h30 – Exibição do Ebulição Marginal 2013 + Roda de leitura em cinema – O Bandido da Luz Vermelha.

Dia 23 de julho, quarta-feira:
9h30 – Oficina de poesia Marcos Prado.
14h30 – Roda de leitura – Na periferia do Brasil: O movimento Manguebeat 19h30 – Papo Cabeça – Arte na Periferia

Dia 24 de julho, quinta-feira:
9h30 – Roda de leitura – Grafias Urbanas
14h30 – Roda de leitura – Arte e Guerra de Banksy.
19h30 – Filme Cidade Cinza

Dia 25 de julho, sexta-feira:
9h30 – Oficina de Poesia Marcos Prado
14h30 – Roda de leitura + Palestra sobre Marcos Prado, com
participações de Sérgio Viralobos e Mônica Berger.

Dia 26 de julho, sábado:
14h30 – Batalha Ebulição Marginal: Competição de breaking, rima e grafite. 19h30 – Show da banda The Old Street + Inverso: O Som da Poesia Marginal com Zirigdun Pfóin + Apresentações de Rap Freestyle (inscrições feitas na hora)

Serviço:
Ciclo de leitura Ebulição Marginal
Local: Espaço da Leitura Eucaliptos (Rua Pastor Antonio Polito, 2200, Alto Boqueirão; Telefone: (41) 3286-2931)
Data: 21 a 26 de julho, segunda-feira a sábado
Horário: 9h30, 14h30 e 19h30
Entrada gratuita

Sobre o autor: Marcelo Wainer

Marcelo Wainer sabe bem a diferença entre comida requintada e comida requentada. Lê pouco, mas lê bem. É o primeiro leitor da newsletter do Alessandro Martins e recomenda que você assine. Assine aqui