A Editora Biruta está lançando o livro Morada das Lembranças, uma história intensa e realista que apresenta os relatos de uma família fugindo da Revolução Russa de 1917, rumo ao Rio de Janeiro.

Através dos olhos de uma menina, o leitor pode acompanhar a trajetória de sua família que viu‑se obrigada a deixar para trás tudo o que conhecia e a empreender uma audaciosa e perigosa fuga rumo a um destino totalmente desconhecido. Com novas vidas e identidades, vê-se despertada pelas inúmeras perguntas que permanecem sem resposta.

Morada das Lembranças é uma obra da psicóloga Daniella Bauer e conta com um posfácio de Margareth Rago, professora doutora do departamento de História da Unicamp, relatando a história das polacas que vieram ao Brasil como resultado da imigração europeia.
base_morada_capa_aberta 1009_lo5Mais do que a história de uma família, essa é a história de um povo que viu o passado se desfragmentando durante a guerra civil. Em Morada das Lembranças, a escritora e psicóloga Daniella Bauer leva o leitor por uma viagem no tempo que começa em 1920, na Rússia.

Uma mãe e seus dois filhos pequenos, sofrendo com o assassinato do pai, partem em busca de um futuro desconhecido para fugir do caos que se instalou durante a Revolução. Na primeira etapa da fuga, embarcam em um trem com destino à Polônia, onde ficam hospedados por poucos dias na casa de um antigo amigo da família. Na segunda e mais difícil etapa, rumo ao Rio de Janeiro, embarcam na precária terceira classe de um navio, onde convivem por quase dois meses com cerca de 770 pessoas, lidando com suas memórias, doenças e muita fome.

Para essa família, o Rio de Janeiro não se apresenta como a “Cidade Maravilhosa”, mas como um recomeço sem escolhas, onde deveriam reaprender a viver em uma nova cultura, com novo idioma, novas vidas e identidades.

Através dos olhos de uma menina inicialmente assustada, mas bastante corajosa, acompanhamos essa trajetória que desperta inúmeras perguntas, muitas das quais permanecem sem resposta.

Com uma narrativa intensa e recheada de dilemas, Morada das Lembranças tece um lindo bordado com os testemunhos de desafios vividos em forma de rejeição, violência, preconceito e muitas perdas. Daniella Bauer, no entanto, trata de todos esses assuntos com muita delicadeza e intensidade, por acreditar que “carregar muitas histórias sem contá-las, tendo muitas vidas que guardar, nos torna pessoas pesadas, por demasiado entristecidas.” Dessa forma, cativa o leitor até as últimas frases, firmando sua convicção de que “bravos e corajosos são aqueles que fizeram de sua vida uma história a ser compartilhada.”

Sobre a autora

Nascida no Rio de Janeiro em 1970, Daniella veio com a família ainda menina morar em São Paulo. Graduou-se em Psicologia, com Aprimoramento em Psicologia Clínica e Hospitalar pelo Hospital do Servidor Público Estadual. Também desenvolveu seu trabalho no setor de oftalmologia da Escola Paulista de Medicina. Contribuiu com pequenas histórias infantis para as revistas Toca e Peteca. Apaixonada por histórias e literatura, resolveu ousar no caminho da escrita. Morada das Lembranças é seu romance de estreia.

Sobre o autor: Marcelo Wainer

Marcelo Wainer sabe bem a diferença entre comida requintada e comida requentada. Lê pouco, mas lê bem. É o primeiro leitor da newsletter do Alessandro Martins e recomenda que você assine. Assine aqui