A Primeira Minibiblioteca de Curitiba funciona na loja da Aida, mãe da Júlia, a Apoio, com suas portas voltadas diretamente para a rua e no mesmo regime que a Bibliopote: você pode emprestar livros quando quiser, devolvê-los quando quiser, não precisa de carteirinha, nem pedir para quem quer que seja. Não há prazo de devolução e, portanto, também não há multa por atraso.

Não se preocupe com a grade: mesmo com ela fechada, à noite ou durante a madrugada, é possível pegar, devolver ou doar livros.

Para quem não acompanhou desde o princípio:

Algumas instruções de uso para a Minibiblioteca. Ainda vou providenciar um carimbo que explique o funcionamento.

Ainda há poucos livros, mas eu mesmo doarei 20 e a Júlia mais 20 e diversos autores e editores já estão enviando suas contribuições para o endereço:

Primeira Minibiblioteca de Curitiba
Rua
Petit Carneiro, 453 – Bairro Água Verde
Curitiba – Paraná – CEP 80.240.050
Fone
: (041) 3016-1041

Minha experiência com a Biblioteca Livre Pote de Mel mostra que logo teremos que ter mais minibibliotecas para colocar as inúmeras doações que logo chegarão.

Eis alguns dos livros que chegaram:

A minbiblioteca já teve seus primeiros clientes ontem.

Um carrinheiro passava com a família. As crianças ficaram logo curiosas com a casinha. A mãe:

– Eu já expliquei que não é para mexer no que não é de vocês!

A Aida:

– Mas aí é para mexer sim. É de todos.

As crianças adoraram pois havia já diversos livros infantis. A mãe explicou que eles tinham diversos livros que já haviam lido. Assim que lerem os que tomaram emprestados, trarão esses e mais aqueles.

Eles, o carrinheiro, sua mulher e seus filhos, garanto, vão divulgar e proteger a nova minibiblioteca de Curitiba. O que você vai fazer? Agradeço o apoio de todos.

Sobre o autor: Alessandro Martins

Sou o editor deste blog. Trabalhei como jornalista em Curitiba de 1995 a 2008, quando fui demitido e passei a me dedicar a escrever apenas na internet, em blogs e mídias sociais. Agora estou publicando minha newsletter que tem milhares de leitores: assine!