Agora o blog Livros e Afins é servido em outras 57 línguas além do Português. A tradução é automática e sabemos que esse tipo de recurso ainda não é perfeito, mas é uma forma eficiente para chegarmos a outros públicos do mundo. Quem já usou a tradução automática sabe que ela é suficiente para entender o conteúdo de páginas de idiomas muito distantes de nossas raízes idiomáticas, como o Chinês, o Árabe e outras que talvez você nem tenha ouvido falar, como o Georgiano, que tem um dos mais belos e elegantes signos gráficos que já vi.

Estamos usando um sistema que permite a indexação independente das páginas nos buscadores. Assim, efetivamente estaremos, em breve, ao alcance dos povos que falam estas línguas. Isto é bom para esses leitores, pois acreditamos na qualidade de nosso conteúdo, e é bom para os anunciantes que, eventualmente, poderão chegar a um público ainda mais amplo se for o caso.

Você vai notar que nem todas as páginas estão traduzidas ainda. Embora o processo seja automático, há uma fila de tradução (quando você encontrar textos antecedidos do símbolo “%” significa que ele está em vias de ser traduzido ainda). Além disso estamos com perto de 10 mil posts publicados neste blog. Considerando que são 57 novos idiomas é o mesmo que dizer que geraremos mais 570 mil páginas de conteúdo. Isso leva tempo.

De qualquer maneira, já divulgo a lista de nossos novos idiomas. Divirta-se e não deixe de conhecer o Georgiano, que é lindo:

  1. Árabe
  2. Búlgaro
  3. Chinês (Simplificado)
  4. Chinês (Tradicional)
  5. Croata
  6. Checo
  7. Dinamarquês
  8. Holandês
  9. Inglês
  10. Estoniano
  11. Finlandês
  12. Francês
  13. Alemão
  14. Grego
  15. Hebraico
  16. Húngaro
  17. Indonésio
  18. Italiano
  19. Japonês
  20. Coreano
  21. Letão
  22. Lituano
  23. Polonês
  24. Romeno
  25. Russo
  26. Sérvio
  27. Eslovaco
  28. Esloveno
  29. Espanhol
  30. Sueco
  31. Tailandês
  32. Turco
  33. Ucraniano

Sobre o autor: Alessandro Martins

Sou o editor deste blog. Trabalhei como jornalista em Curitiba de 1995 a 2008, quando fui demitido e passei a me dedicar a escrever apenas na internet, em blogs e mídias sociais. Agora estou publicando minha newsletter que tem milhares de leitores: assine!