800px-Mosteiro_sao_bento_natal_2009_missa_galo

Recursos não reembolsáveis do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no montante de R$ 8,7 milhões, serão concedidos ao Mosteiro de São Bento, localizado na zona portuária do Rio de Janeiro, para aplicação na restauração da  Igreja de Nossa Senhora de Montserrat, construída entre 1633 e 1671. A igreja  integra o conjunto arquitetônico do local. O anúncio  foi feito hoje (14) pelo banco.

O apoio da instituição ocorre por meio da Lei Rouanet . A participação do BNDES corresponde a 80% do total a ser investido.  O projeto  inclui a implantação de um programa de visitação, com   visitas com monitor/educador e  audioguia.

Segundo informou o BNDES, esse recurso do audioguia ainda é pouco usado no Brasil. Ele  terá textos em quatro idiomas  (português, inglês, espanhol e francês),  que abordarão vários assuntos, entre os quais   história da arte, religião, arquitetura, técnicas de restauração e artes plásticas.

Via: Alana Gandra – Repórter da Agência Brasil Edição: Fábio Massalli
Foto: Wikipedia. Licença: Creative Commons.

Sobre o autor: Alessandro Martins

Sou o editor deste blog. Trabalhei como jornalista em Curitiba de 1995 a 2008, quando fui demitido e passei a me dedicar a escrever apenas na internet, em blogs e mídias sociais. Agora estou publicando minha newsletter que tem milhares de leitores: assine!