fundação biblioteca nacional

No final do mês de março, com a instalação de tapumes ao redor de seu prédio-sede, no centro do Rio de Janeiro, a Fundação Biblioteca Nacional deu início às obras de revitalização dos dois edifícios que abrigam o seu acervo.

As obras fazem parte do projeto cultural Bicentenário da Biblioteca Nacional e têm como objetivo assegurar a excelência das condições de conservação do patrimônio físico desta instituição, tanto na sede, quanto no prédio-anexo, situado na região portuária da cidade, onde será instalada a Hemeroteca Brasileira.

Na primeira fase, abrange a reforma de vitrais, clarabóias e cobertura do prédio-sede, seguindo-se a modernização dos elevadores dos armazéns e outras melhorias.

Como parte das ações previstas no projeto, em parceria com artistas da  Escola de Artes Visuais do Parque Lage, os tapumes de proteção estão sendo grafitados e com isso se  transformando em imensas telas de arte urbana.

Os artistas plásticos Wark Rocinha, Joana Cesar, Srinivas Mangipudi, Emith Pérez, Mário Bands e Fabio Plant são responsáveis por compartilhar arte com quem passa pelos arredores da Biblioteca.

Enquanto trabalham, os artistas são elogiados por quem transita as ruas. A restauração de vitrais e claraboias vai até o final do ano. Os tapumes grafitados ficarão até o final do Projeto.

Via: Ministério da Cultura. Foto: Ministério da Cultura.

Sobre o autor: Marcelo Wainer

Marcelo Wainer sabe bem a diferença entre comida requintada e comida requentada. Lê pouco, mas lê bem. É o primeiro leitor da newsletter do Alessandro Martins e recomenda que você assine. Assine aqui