Escritores que ninguém lê é um tumblog – em inglês – sobre isso: escritores que ninguém lê.

Como a descrição do blog diz, o objetivo é destacar esses autores e, ao mesmo tempo, dar consolo àqueles escritores que não têm seus livros lidos.

Highlighting forgotten, neglected, abandoned, forsaken, unrecognized, unacknowledged, overshadowed, out-of-fashion, under-translated writers. Has no one read your books? You are in good company.

Seu livro (ou blog) não é lido? Você está em boa companhia.

Uma citação na barra lateral, porém, faz questão de ressaltar: talvez eles sejam conhecidos por um pequeno grupo de leitores, por sua vizinhança ou, pelo menos por seus parentes: “… no futuro, todos serão famosos para quinze pessoas.”

Enfim.

Não sem uma dose de maldade, isso me fez lembrar de um vídeo do grupo português Gato Fedorento e também de alguns autoproclamados poetas que às vezes passavam na redação do jornal, na época em que eu era editor do caderno de cultura:

Agora que temos celulares e tablets, quando alguém o parar na calçada perguntando se gosta de poesia, você pode dizer que sim, adora, e, então, mostrar-lhe esse vídeo. Certamente o seu interlocutor identificar-se-á com o personagem.

Sobre o autor: Alessandro Martins

Sou o editor deste blog. Trabalhei como jornalista em Curitiba de 1995 a 2008, quando fui demitido e passei a me dedicar a escrever apenas na internet, em blogs e mídias sociais. Agora estou publicando minha newsletter que tem milhares de leitores: assine!