livros e internet

O Bookshare, cuja ideia é transformar o mundo em uma biblioteca através do compartilhamento de livros, apoia o trabalho deste blog e o meu trabalho de escritor (inscreva-se!), e em seu novo post aponta algumas soluções para aumentar os índices de leitura no Brasil, cada vez menores, usando as possibilidades online de que hoje dispomos.

Eis um trecho do artigo, mas sugiro que o leia na íntegra:

O político peruano Vargas Llosa (laureado com o Nobel de Literatura de 2010) dizia que “um público comprometido com a leitura é crítico, rebelde, inquieto, pouco manipulável e não crê em lemas que alguns fazem passar por ideias”. Esse é o Brasil que quero para nós! E pra você, esse seria o ideal para o povo brasileiro? Tenho certeza que sim, e é por isso que precisamos, juntos, fazer com que nossos livros estejam disponíveis a todos e possam ser mais e mais compartilhados! Mas como?

Com esta indagação em mãos fui atrás de outras informações sobre o perfil dos brasileiros, e descobri que a tecnologia e a Internet já são muito importantes no dia a dia dos brasileiros, e estão em franco crescimento! Os consumidores no Brasil gastam mais de 27 horas por mês on-line em seus computadores, enquanto a média mundial é de 24,7 horas por mês. E 36% desse tempo é gasto com redes sociais. Setenta e nove por cento dos usuários de Internet está nas redes sociais no Brasil. Cerca de 87% dos brasileiros entram na Internet pelo menos uma vez por semana!

Números assim me fazem pensar que precisamos unir essas duas coisas! A Internet e as redes sociais ganham cada vez mais adeptos, as pessoas estão conectadas, e temos que aproveitar esse cenário para transformar a leitura em nosso país! Centenas de ideias sobre este assunto fervilham em minha cabeça. Quero compartilhá-las contigo, porque quero que você defenda essas ideias junto comigo!

Leia o artigo na íntegra: Precisamos de uma nova solução para a leitura!

photo credit: glasseyes view via photopin cc

Sobre o autor: Alessandro Martins

Sou o editor deste blog. Trabalhei como jornalista em Curitiba de 1995 a 2008, quando fui demitido e passei a me dedicar a escrever apenas na internet, em blogs e mídias sociais. Agora estou publicando minha newsletter que tem milhares de leitores: assine!