Para muitas pessoas arrumar a mala é um verdadeiro suplício. Tem gente que tem até palpitações quando pensa que só vai poder levar uma mala, ou que vai dividir a mala com alguém. Bem, existem algumas dicas que podem facilitar bastante a vida dos desorganizados e também dos exagerados de plantão:

Dica 1 – Saiba sobre o clima do local que voce está indo. Se está indo no verão, abuse em roupas leves, para as meninas saias, vestidos são ótimas saídas. Se está indo no inverno leve o que for essencial, dependendo do periodo da viagem, leve mais blusas e divida 4 blusas por calça. Normalmente os locais com estaçoes intermediárias como outono e primavera é mais facil saber o que levar, já casacos mais leves e sueteres já servem.

Dica 2 – Se vai para os Estados Unidos, Canadá ou Argentina, opte por levar so o que for essencial de roupa, nesses lugares as roupas sao bem mais baratas, então são lugares em que vale a pena gastar e acredite, você vai precisar de espaço na mala!

Dica 3 – Se voce vai passar mais do que uma semana num local, não leve xampu, condicionador, sabonete e afins. Prefira comprar lá. Esses materiais podem vazar, fazem volume na mala e são coisas que você encontra em qualquer vendinha. Se for o caso de passar menos de uma semana, invista em kits de viagens que vem com frascos para colocar xampu, condicionador e sabonete.

Dica 4 – Arrume sua mala pensando em duas coisas: 1 – se você vai ficar bastante tempo no mesmo lugar, de forma que de para você desfazer mala e 2 – Se vai ficar viajando para vários destinos (no caso de uma excursão) ou se vai ficar pouco tempo, de forma que não desfazer. Se o seu caso for o primeiro, você pode organizar a mala por tamanho. O que for maior e ocupar mais espaço deixe no fundo (como toalhas, roupas de frio e livros). Agora se você vai ficar em movimento ou por pouco tempo, organize sua mala em uso. O que você vai precisar de imediato (material de higiene e roupas íntimas, por exemplo).

Dica 5 – Use de bom senso. Calças e saias são ótimos para levar, pois você pode combinar com mais de uma blusa, então opte por isso. Sapatos: vá com o que ocuparia mais espaço na mala (normalmente o tênis), leve no máximo mais dois sapatos uma sandália para o diário e um outro mais formal, para as mulheres aquele salto super confortável, para os homens aquele sapatênis preto que combina com todas as roupas. Se você vai passar pouco tempo, precisa mesmo de seu notebook? Uma boa saída para saber o que levar e o que nao levar é pensar simplesmente: eu vou realmente precisar disto?

Dica 6 – Dependendo do tipo de mala que você está levando existem 4 modos de se arrumar as roupas: 1 – se voce está levando a malinha de final de semana ou mochila, leve as roupas em cilindros, enrole-as para ter mais espaço para coisas que não podem ser dobradas desta maneira. 2 – se você está levando a mala média de até três semanas, ou dobre em cilindros ou as estenda no fundo da mala, da mais leve até a mais pesada. Se você vai passar até duas semanas, não precisa de tanta coisa, mas vai precisar de espaço para a volta, normalmente você vai comprar alguma coisa para trazer de volta. 3 – se a sua mala é para o mês, pegue a maior que tem e organize ela da melhor maneira possível, colocando-a em ordem de volume. O que faz mais volume, vai no fundo da mala e o que faz menos você tapa buraco com eles. 4 – Se a sua mala é de intercâmbio de 6 a 10 meses, bom, você provavelmente vai prefirir usar as dicas 3-4-5, pois se esse for o seu caso, opte por levar o essencial, que encaixe na estaçao que você vai viajar e deixar o resto para comprar lá. Caso não seja tão barato, leve o básico para cada estação e lembre-se que você vai voltar, ou seja muitas dessas roupas você nao vai mais usar.

Dica 7 – Lembre-se que a mala de volta nunca é igual a mala de ida. Então se você usou o bom senso na ida, tem que usar na volta também. Se o seu intuito de ida era de fazer compras, deixe espaço na mala. E lembre-se, também, que a mala de volta exige o dobro de paciência para arrumar. Se você está dentro do tipo 4 de viagem, então veja a possibilidade de fazer uma vendinha de garagem para diminuir o volume da sua mala. Você vende as roupas por um preço menor, mas recupera algum dinheiro que tenha gastado nelas e ainda por cima libera um espaço na mala. É claro que você nao vai se desfazer de tudo, mas pense sobre o seu lugar de origem: existem roupas que você nunca terá oportunidade de usar de volta, entao por que não as vender?

Dica 8 – Se você vai para fora do país, nunca desconsidere a possibilidade de ter a mala extraviada. Isso acontece com bastante frequência, então coloque etiquetas de identificação na sua bagagem com o endereço do local que você vai e do seu local de origem, não esqueça de levar uma ou duas mudas de roupas na bagagem de mão. E saiba que se a sua mala tem 48 horas para voltar para você, caso isso nao aconteça, você tem direito a uma quantidade de dinheiro da companhia aérea e se no espaço de tempo que a sua mala não aparece voce precisar comprar alguma coisa que estava dentro da bagagem, você deve guardar o recibo de compra e mostrar na companhia: eles vão lhe dar o dinheiro correspondente (isso é um direito seu! não esqueça).

Dica 9 – Muita gente arruma a bagagem de mão completamente errada. Ou eles levam uma sacola muito grande ou muito pesada. Saiba que, se voce é mulher, você tem direito de levar uma bagagem de mão e a sua bolsa, ou seja, você pode dividir peso. Apesar de parecer que não, até esta bagagem requer bom senso. Não esqueça da roupa extra e organize o que vai levar por necessidade. Leituras, só o que você tem certeza que vai ser lido durante a viagem. Outros livros leve-os dentro da mala. Só leve remedios se tiver a receita para eles, ou se eles nao precisarem de tal (dorflex, benegripe, tilenol, por exemplo). E mesmo no segundo caso, leve apenas se for de extrema importância, pois se voce vai para fora do país, pode ter problemas.

Dica 10 – Antes de viajar verifique se pode levar o que pretende, caso contrário, você pode encontrar um problema muito sério se estiver saindo do país. Tenha em mente que você é o visitante ali e que tem que se adequar as normas daquele local e a melhor coisa é nao reclamar!

Sobre o autor: Ana Carolina (oliviayale)

Jornalista com diploma. Autora da saga "A Irmandade das Olivias" e aprendiz de pesquisadora em Pós-Modernidade e Contos de Fada, cinéfila de carteirinha, apaixonada pela Disney e viciada em blogs.