A equipe administrativa e pedagógica e todas as professoras da Escola Municipal de Educação Infantil Guia Lopes, de São Paulo, publicaram uma carta aberta de repúdio à novela Carrossel, veiculada diariamente pelo SBT (Sistema Brasileiro de Televisão). A equipe da escola tem observado a mudança de comportamento relacionada à novela, de crianças entre 3 a 5 anos de idade, e o que relatam é alarmante:

“Trata-se de uma novela dedicada ao público infantil que se passa em uma pretensa escola, com supostas profissionais da educação em que alunos personificam os mais variados estereótipos e vivenciam situações inaceitáveis nas quais a criança negra é frequentemente humilhada, a beleza e a superioridade da criança branca são enaltecidas, as crianças com sobrepeso são ridicularizadas e o espírito competitivo é levado ao extremo. A cada episódio, uma das crianças é exposta às ações do grupo que  planeja situações vexatórias seguindo um enredo que reforça tudo o que nós combatemos e acreditamos deva ser combatido. São evidentes os efeitos nefastos da insensibilidade, do desconhecimento do universo infantil e do desrespeito à dignidade a que todos temos direito. Várias de nossas crianças têm verbalizado o seu descontentamento em serem negras e o desejo de mudar sua cor de pele, enquanto outras formam grupos impenetráveis de “Marias Joaquinas”, negando-se a usar o uniforme e estabelecendo competições de roupas e acessórios”.

Leia a carta na íntegra

Sobre o autor: Daniele Carneiro

Criadora e editora do blog Bibliotecas do Brasil. Fundadora da Biblioteca Comunitária Sítio Vanessa em Morretes/PR e da Minibiblioteca do Sossego do Parque Gomm em Curitiba.