Não é um link para clicar, não é um link para ser visto.

É apenas um link para estar ali. Para ranquear nos mecanismos de busca. Para, no conjunto de links, possivelmente somar pontos e obter melhores posições para os termos procurados pelos possíveis clientes.

E está nos banners oferecidos pelo Submarino aos seus filiados. Veja o código:

A <div> que vem antes do código do link é justamente para fazê-lo se ocultar sob o banner.

Em uma rápida reunião com alguns bons especialistas em SEO (Search Engine Optimization) que conheço (Bobagento, Anderssauro, Coca-Gelada e Nagueva) concluímos que, embora a âncora do link não esteja querendo ranquear nenhuma palavra específica, o fato de o link estar escondido é errado e é, possivelmente, prática de black hat seo.

O problema, ao meu ver, é que além de colocar sob risco sua própria estratégia de SEO, o programa de afiliados do Submarino coloca sob risco o SEO do site afiliado. Afinal, o link escondido está no site do afiliado. Que, por tabela, pode vir a receber alguma punição dos buscadores no que diz respeito a uma indexação menos privilegiada.

Peço a opinião de outros especialistas em SEO.

Sobre o autor: Alessandro Martins

Sou o editor deste blog. Trabalhei como jornalista em Curitiba de 1995 a 2008, quando fui demitido e passei a me dedicar a escrever apenas na internet, em blogs e mídias sociais. Agora estou publicando minha newsletter que tem milhares de leitores: assine!