Apesar de não agradar a todos, São Paulo está a caminho de ser a capital da arte urbana no Brasil. Embora alguns artistas brasileiros, até mesmo renomados no exterior, tenham tido suas obras apagadas por aí, a arte nunca para de se multiplicar. Está visível em viadutos, pontes, no alto de edifícios e muros, os grafites dão mais cor e vida a cidade.

E foi com prazer que separei algumas áreas onde é possível encontrar algumas das mais belas artes grafitadas em São Paulo. A maioria dos pontos citados nesse post fazem parte da lista de lugares que todo o turista deve visitar ao passar por São Paulo.

1. No centro, de frente a Pinacoteca de São Paulo, próximo ao Viaduto Prestes Maia, um dos painéis criados por Daniel Melim chama atenção. O artista utilizou técnica estêncil, um tipo de molde vazado, para dar vida ao desenho inspirado no movimento Pop Art de aproximadamente 30×25 metros, considerado um dos maiores do mundo.

06

2. Falando em Pop Art, os artistas brasileiros, Os gêmeos que fazem intervenções no mundo inteiro, não podiam deixar a terra natal fora da lista. Sempre polêmicos, os grafites podem ser vistos em muros e edifícios clássicos em diversas regiões de São Paulo, principalmente no centro, com o intuito de transmitir mensagens para quem passa pelo local. Além disso, Otávio e Gustavo Pandolfo grafitaram muito pelos arredores do Cambuci, onde passaram boa parte da vida.

02

3. Segundo o mercado imobiliário, a Vila Madalena não é só conhecida como um dos bairros mais cobiçados para se viver nem mesmo como uma das regiões mais movimentadas para quem curte a vida noturna. A região também também tem fama pelas intervenções artísticas que acontecem desde 1980. O exemplo mais famoso é o Beco do Batman, que recebe estudantes de arte e artistas de todos lugares.

05

4. O Beco do Aprendiz, também na Vila Madalena, ganhou vida após colaborações de grafiteiros. A área que antes era frequentada por traficantes, agora é uma grande e colorida galeria de arte. Obras de mais 50 artistas, sendo atualizadas frequentemente.

Rua Belmiro Braga, s/n, Vila Madalena. Foto por André Deak para o Arte Fora do Museu (http://www.arteforadomuseu.com.br)

Rua Belmiro Braga, s/n, Vila Madalena. Foto por André Deak para o Arte Fora do Museu (http://www.arteforadomuseu.com.br)

5. Quem passa pelo bairro mais oriental de São Paulo, a Liberdade, não pode deixar de notar as obras. Mesmo tímidas, elas seguem a linha dos desenhos japoneses, com traços finos, bem semelhantes a mangás. Entre os artistas que deixaram a marca por lá, estão: Titi Freak e Whip.

10

6. É impossível não perceber o painel com criações de diversos grafiteiros entre a Paulista e Rebouças que recebem diariamente o grande fluxo de carros na cidade. As artes não são fixas, são substituídas por uma nova surpresa sempre que surge oportunidade. Uma das mais marcantes foi a pintura do grande artista Kobra em homenagem ao Oscar Niemeyer.

09

7. Em 2015, o atual prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, recebeu duras críticas por autorizar intervenções artísticas feitos nos Arcos do Jânio. Obra que gerou polêmica, pois foi considerada uma homenagem ao ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez. O artista responsável, Rafael Hayashi, diz que a proposta foi distorcida e a intenção real era representar um homem negro.

03

8. Outro local que recebeu toques de arte urbana em São Paulo foi o Viaduto 23 de Maio. Cerca de 70 murais criados por 400 artistas com um único objetivo, deixar a cidade mais bonita. A cada trabalho no Viaduto, um estilo diferente de se fazer arte é proposto. É só passar por lá para mergulhar em cada cor desse universo.

01

9. As pilastras do Minhocão também protagonizam o cenário artístico de São Paulo, receberam obras de grandes nomes no Brasil e do mundo, e hoje é praticamente uma galeria de arte urbana, recentemente foi palco para o projeto fotográfico “Giganto” que presenteou a região com a série de retratos de Raquel Brust.

07
Se até o prefeito de São Paulo se rendeu aos encantos das intervenções urbanas, ainda acredito que outros cidadãos irão começar a apreciar a arte de rua que só contribui para ruas mais bonitas.

O que acha dos grafites em São Paulo? Quais são seus preferidos? Comente!

Sobre o autor: Marcelo Wainer

Marcelo Wainer sabe bem a diferença entre comida requintada e comida requentada. Lê pouco, mas lê bem. É o primeiro leitor da newsletter do Alessandro Martins e recomenda que você assine. Assine aqui