A Gazeta do Povo fez este vídeo (link para o site original do vídeo) sobre a Bibliopote. Ficou muito legal, com efeitos especiais e tudo.

Caso você ainda não conheça, a Bibliopote é uma biblioteca que funciona em uma panificadora de Curitiba. Nela você pode levar os livros quando quiser, sem pedir para ninguém, sem carteirinha e sem burocracia e devolver quando terminar de ler, sem prazo de devolução e, portanto, sem multa por atraso.

Para aqueles que estão dizendo que a ideia não pode dar certo no Brasil, ela acaba de completar quatro anos de existência.

Claro que alguns livros não são devolvidos: porém a meta não é o acervo, mas a circulação.

Além disso, considero que o grande trunfo da Bibliopote é a oportunidade do ato ético: você devolve o livro não porque haverá uma cobrança se você não devolver ou atrasar ou uma recompensa se o devolver em melhor estado ou antes de um prazo, mas porque considera aquilo correto. E você pode fazer o que é correto em qualquer âmbito de sua vida, sem a expectativa de uma recompensa ou de uma punição. Apenas porque é correto.

Sobre o autor: Alessandro Martins

Sou o editor deste blog. Trabalhei como jornalista em Curitiba de 1995 a 2008, quando fui demitido e passei a me dedicar a escrever apenas na internet, em blogs e mídias sociais. Agora estou publicando minha newsletter que tem milhares de leitores: assine!